Coronavírus ou crises alérgicas respiratórias? Aprenda a diferenciar

A chegada da estação mais fria do ano é marcada pelo aumento das alergias respiratórias, como a asma e a rinite. Porém, no cenário atual causado pela pandemia do COVID-19, é possível que muitas pessoas tenham dificuldades em distinguir entre os sintomas de alergia e os de uma possível infecção por Coronavírus.

No entanto, existem diferenças importantes nos dois conjuntos de sintomas que devemos levar em consideração. De acordo com o American College of Allergy, Asthma and Immunology, os principais sintomas causados por uma crise alérgica-respiratória são:

Corrimento nasal, nariz entupido e/ou espirros

Chiado ou falta de ar

Tosse seca

Erupções cutâneas

Fadiga

Dor de cabeça

Coceira no nariz, garganta e/ou ouvidos

Lacrimejamento ou inchado nos olhos

 

Já os cinco sintomas mais comuns causados pelo COVID-19, segundo o CDC (Centers for Disease Control and Prevention), são:

 

Febre

Falta de ar

Tosse seca

Perda do olfato

Perda do paladar

 

De acordo com a OMS, dores, congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta ou diarreia são alguns dos sintomas menos comuns aos infectados, mas que também devem ser levados em consideração na hora do diagnóstico.

A principal diferença entre infecção alérgica e COVID 19 é a febre. Outra distinção é que as alergias apresentam coceira, enquanto o coronavírus não. 

Ao menor sintoma entre em contato com um especialista através da plataforma de telemedicina da VidaClass e tire todas as suas dúvidas. Acesse o nosso site e marque uma consulta hoje mesmo, sem sair de casa: www.vidaclass.com.br/coronavirus

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"