Economia doméstica: saiba como fazer o seu salário render mais

Você já passou por aquela sensação desagradável ao perceber que o salário acabou antes do mês? Não se preocupe, pois esse é um problema comum entre as pessoas que precisam lidar com um orçamento apertado.

Felizmente, existem meios muito eficazes de fazer o salário render. Apresentaremos alguns deles para ajudar você a dar uma guinada em sua vida financeira. Confira!

Organize suas contas

Para fazer o seu salário render, é preciso que você compreenda a sua realidade financeira. Muitas pessoas não têm a menor ideia de como é gasto o seu dinheiro e são pegas de surpresa quando os recursos chegam ao fim. Por isso, é importante colocar tudo na ponta do lápis.

Durante o mês, tome nota de todos os seus gastos. Seja o mais rigoroso possível e não deixe passar nada. Até mesmo os menores valores, como um cafezinho, devem entrar na lista.

Com os números em mãos, é possível descobrir para onde o seu salário vai. Muitas pessoas se surpreendem com o rombo que despesas que parecem inofensivas são capazes de provocar no orçamento.

Monte uma planilha financeira

Aproveite as informações reunidas para montar uma planilha com todas as suas receitas e despesas. A ideia é se organizar a ponto de planejar com antecedência o quanto será gasto durante o mês e traçar metas para atingir os resultados desejados.

Não se preocupe caso você não se sinta à vontade com uma planilha eletrônica. Há uma série de aplicativos com diferentes recursos para ajudá-lo a se organizar. Mas não se acanhe em utilizar uma caderneta de papel se esse for o método com o qual estiver mais familiarizado.

Elimine o uso do cheque especial da sua vida

Infelizmente, mesmo com tanto conteúdo disponível sobre educação financeira, muitas pessoas cometem erros básicos que saem muito caro no final das contas.

É uma prática muito comum tratar o limite do cheque especial como uma extensão do salário. Acontece que esse produto existe para oferecer suporte em casos de emergência — e não para ser utilizado frequentemente.

Com os juros — que estão entre os mais caros do mundo — cobrados mensalmente, uma parte de seus honorários estará comprometida. Assim, será ainda mais difícil fazer o salário render.

Se não existem condições de reverter o quadro a curto prazo, cogite a hipótese de pegar um empréstimo apenas para cobrir o limite — já que pagando juros mais baixos em um prazo mais prolongado, o valor comprometido mensalmente vai diminuir.

Mas atenção: tome cuidado para não entrar de novo no cheque especial, pois assim você acumulará 2 despesas e o resultado será ainda pior.

Pague suas contas à vista

Quando você elaborou a planilha com todas as despesas, deve ter percebido que as compras parceladas comprometeram um valor considerável de seu salário.

A falsa ideia de que uma compra parcelada é mais barata (o que não é verdade, já que há juros embutidos) leva as pessoas a assumirem dívidas que impactam no orçamento durante vários meses, prejudicando o planejamento para fazer o salário render.

Sempre que possível, compre à vista. Se não dispor de recursos suficientes, experimente juntar o valor durante algum tempo e negociar um desconto no momento da compra. Você certamente vai notar a diferença.

Tenha um objetivo para fazer o salário render

A vida é feita de sonhos e o dinheiro é mais um meio de alcançá-los. A dificuldade em fazer o salário render será ainda maior se você não tiver um objetivo em mente. Não adianta economizar apenas para juntar verba.

Ao fazer o seu planejamento financeiro, defina seus objetivos e trace metas de economia para alcançá-los. Seus esforços farão mais sentido e será muito mais prazeroso colocar as finanças em dia.

Mesmo em tempos de crise, é possível fazer o salário render. Coloque a mão na massa e corra atrás de seus objetivos desde já. E então, gostou do post? Conhece mais alguma dica? Deixe sua opinião nos comentários!

1 Comentários

  1. Nossa que maravilha de matéria. Fique feliz em obter essas informações preciosas. Vou me inscrever nesse site e aguardar cada postagem com ansiedade. Grata!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"