Lúpus: o que é, sintomas e causas

O lúpus é uma doença que ocorre quando o sistema imunológico do corpo ataca seus próprios tecidos e órgãos (doença autoimune). A inflamação causada pelo lúpus pode afetar muitos sistemas corporais diferentes – incluindo articulações, pele, rins, células sanguíneas, cérebro, coração e pulmões.

A doença pode ser difícil de diagnosticar porque seus sinais e sintomas muitas vezes imitam os de outras doenças. O sinal mais característico do lúpus – uma erupção facial que lembra as asas de uma borboleta se desdobrando em ambas as bochechas – ocorre em muitos casos de lúpus, mas não em todos.

Os sinais e sintomas do lúpus dependem dos sistemas do corpo afetados pela doença e os mais comuns incluem:

 

  • Fadiga
  • Febre
  • Dor, rigidez e inchaço nas articulações
  • Erupção cutânea em forma de borboleta no rosto que cobre as bochechas e a ponte do nariz ou erupções em outras partes do corpo
  • Lesões de pele que aparecem ou pioram com a exposição ao sol
  • Dedos das mãos que ficam brancos ou azuis quando expostos ao frio ou durante períodos estressantes
  • Falta de ar
  • Dor no peito
  • Olhos secos
  • Dores de cabeça, confusão e perda de memória

 

A causa do lúpus na maioria dos casos, é desconhecida, porém alguns gatilhos potenciais incluem:

 

  • Luz solar: A exposição ao sol pode causar lesões cutâneas de lúpus ou desencadear uma resposta interna em pessoas suscetíveis.
  • Infecções: Ter uma infecção pode iniciar o lúpus ou causar uma recaída em algumas pessoas.
  • Medicamentos: O lúpus pode ser desencadeado por certos tipos de medicamentos para pressão arterial, medicamentos anticonvulsivantes e antibióticos. Pessoas com lúpus induzido por medicamentos geralmente melhoram quando param de tomar o remédio. Raramente, os sintomas podem persistir mesmo após a suspensão do medicamento.

 

Caso desenvolva uma erupção na pele inexplicável, febre contínua, dor persistente ou fadiga, é importante consultar um médico.

Aqui na VidaClass você tem acesso aos melhores especialistas do Brasil. Acesse o nosso site ou baixe o nosso app e marque uma consulta hoje mesmo: www.vidaclass.com.br

Dia Mundial de Combate à Asma

O Dia Mundial do Combate à Asma é realizado todo dia 5 de maio para aumentar a conscientização da asma em todo o mundo.

De acordo com a OMS, a asma afeta mais de 339 milhões de pessoas globalmente. No Brasil, estimam-se que três a seis pessoas morrem diariamente em decorrência da doença. 

O tema escolhido na campanha deste ano é “Descobrindo os Equívocos sobre a Asma” e tem por objetivo abordar mitos e conceitos errôneos amplamente difundidos a respeito da doença. Os equívocos mais comuns incluem:

 

  • A asma é uma doença infantil que desaparece na idade adulta;
  • A asma é infecciosa;
  • Quem sofre de asma não deve se exercitar;
  • A asma só é controlável com esteróides em altas doses;

 

Quando a verdade é:

 

  • A asma pode ocorrer em qualquer idade (em crianças, adolescentes, adultos e idosos);
  • A asma não é infecciosa. No entanto, infecções respiratórias virais (como resfriado comum e gripe) podem causar ataques de asma. Em crianças, a asma está frequentemente associada a alergia, mas a asma que começa na idade adulta é menos frequentemente alérgica;
  • Quando a asma está bem controlada, os asmáticos são capazes de se exercitar e até praticar esportes de primeira linha;
  • A asma é mais frequentemente controlável com esteróides inalados em baixas doses

 

Embora a asma não possa ser curada, é possível controlá-la para reduzir e prevenir as crises. Tomar as medicações corretamente e fazer acompanhamentos periódicos são essenciais para garantir que as crises aconteçam em intervalos cada vez maiores. 

Aqui na VidaClass você tem acesso aos melhores especialistas do Brasil. Acesse o nosso site e marque uma consulta hoje mesmo: www.vidaclass.com.br

Dia Mundial do Doador de Sangue

Em 2004, a Organização Mundial da Saúde estabeleceu que 14 de Junho é o dia Mundial do Doador de Sangue. O objetivo é reforçar a importância desta ação altruísta, incentivar quem ainda não doa e homenagear aqueles que são voluntários nesta prática solidária.

O sangue doado é usado em procedimentos cirúrgicos, atendimentos de emergência e tratamentos que dependem de transfusões sanguíneas.

Se você tem entre 16 e 69 anos de idade, está em bom estado de saúde e pesa mais de 50kg você pode se tornar um doador. Fique atento também à última vez em que doou. Para homens, o intervalo mínimo é de 60 dias, podendo doar 4 vezes ao ano. Para as mulheres é de 90 dias, podendo realizar no máximo 3 doações ao ano.

No dia em que for doar, não esqueça o documento com foto original expedido por algum órgão oficial. Disponibilize 2 ou 3 horas na sua agenda para dar tempo de fazer todos os processos com calma e segurança e, lembre-se, os menores de idade precisam da autorização dos responsáveis para doar.

Fique tranquilo, o procedimento é seguro! Os postos de coleta são adequados e cumprem as normas de saúde. Utilizam materiais descartáveis, portanto sem risco de contaminações. E não se preocupe, o sangue doado é reposto pelo organismo em até 24 horas após a doação! Procure o hemocentro ou posto de coleta mais próximo de você e seja um doador! Sua doação pode salvar até quatro vidas.

Quem doa sangue, doa vida.