O que é diverticulite?

A diverticulite é uma doença do cólon que vem aumentando ao longo dos últimos anos e é associada a uma dieta pobre em fibras. Estimam-se que 30% da população com mais de 60 anos e 60% dos indivíduos com mais de 80 anos sejam afetados.

Os divertículos são bolsas pequenas e salientes que podem se formar no revestimento do sistema digestivo. Eles são encontrados mais frequentemente na parte inferior do intestino grosso (cólon). Quando uma ou mais bolsas ficam inflamadas e, em alguns casos, infectadas, essa condição é conhecida como diverticulite.

Quando uma ou mais bolsas ficam inflamadas e, em alguns casos, infectadas, essa condição é conhecida como diverticulite e quando leve pode ser tratada com repouso, mudanças na dieta e antibióticos. Já a diverticulite grave ou recorrente pode exigir cirurgia.

Os sinais e sintomas de diverticulite incluem:

  • Dor, que pode ser constante e persistir por vários dias. O lado esquerdo inferior do abdômen é o local usual da dor. Às vezes, no entanto, o lado direito do abdômen é mais dolorido;
  • Náusea e vômito;
  • Febre;
  • Sensibilidade abdominal.
  • Constipação ou, menos comumente, diarreia.

Consulte um médico sempre que tiver dores abdominais constantes e inexplicáveis, principalmente se também tiver febre e constipação ou diarreia.

Aqui na VidaClass você tem acesso aos melhores gastroenterologistas do Brasil. Acesse o nosso site para mais informações: https://www.vidaclass.com.br

Ansiedade – como identificar e tratar

A ansiedade é a maneira do cérebro reagir ao estresse e nos alertar sobre o perigo potencial que está por vir.

Todo mundo se sente ansioso de vez em quando e tudo bem, mas os transtornos de ansiedade são diferentes. Eles são um grupo de doenças mentais que causam medos constantes e avassaladores. A ansiedade excessiva pode prejudicar nosso trabalho, a escola, reuniões familiares e outras situações sociais que possam desencadear ou agravar seus sintomas.

O principal sintoma dos transtornos de ansiedade é o medo ou a preocupação excessivos. Os transtornos de ansiedade também podem dificultar a respiração, o sono, a quietude e a concentração. Seus sintomas específicos dependem do tipo de transtorno de ansiedade. Os sintomas comuns são:

  • Pânico, medo e inquietação
  • Sentimentos de pânico, desgraça ou perigo
  • Problemas de sono
  • Não ser capaz de ficar calmo e quieto
  • Mãos ou pés com frio, suado, entorpecido ou formigando
  • Falta de ar
  • Respirar mais rápido e mais rapidamente do que o normal (hiperventilação)
  • Palpitações cardíacas
  • Boca seca
  • Náusea
  • Músculos tensos
  • Tontura
  • Pensar sobre um problema repetidamente e não conseguir parar (ruminação)
  • Incapacidade de concentração
  • Evitar intensa ou obsessivamente objetos ou lugares temidos

Caso você apresente alguns desses sintomas, procure um clínico geral ou psiquiatra. Ele irá examiná-lo e fazer perguntas sobre seu histórico médico. Além disso, podem fazer alguns testes para descartar outras condições de saúde que podem estar causando seus sintomas.

Existem muitos tratamentos para reduzir e controlar os sintomas do transtorno de ansiedade. Normalmente, as pessoas com transtorno de ansiedade tomam remédios e procuram aconselhamento psicológico.


A sua saúde mental deve sempre vir em primeiro lugar! Por isso, agende uma consulta hoje mesmo com os melhores especialistas do Brasil! Acesse o nosso site e cuide de você com apenas 3 cliques: www.vidaclass.com.br/

O que são Hepatites Virais?

A hepatite viral é uma infecção que causa inflamação e danos ao fígado. A inflamação é o inchaço que ocorre quando os tecidos do corpo são feridos ou infectados e pode causar danos aos órgãos.

A hepatite A e a hepatite E normalmente se propagam por meio do contato com alimentos ou água contaminados pelas fezes de uma pessoa infectada. As pessoas também podem pegar hepatite E ao comer carne de porco, veado ou marisco mal cozidos.

Já a hepatite B, hepatite C e hepatite D se espalham pelo contato com o sangue de uma pessoa infectada. As hepatites B e D também podem se espalhar pelo contato com outros fluidos corporais. Esse contato pode ocorrer de várias maneiras, incluindo o compartilhamento de agulhas de drogas ou sexo desprotegido.

Os vírus da hepatite A e E geralmente causam apenas infecções agudas ou de curto prazo e nesses casos o corpo é capaz de lutar contra a infecção e o vírus desaparece.

Os vírus da hepatite B, C e D podem causar infecções agudas e crônicas ou de longa duração. A hepatite crônica ocorre quando seu corpo não é capaz de lutar contra o vírus da hepatite e o vírus não desaparece. A hepatite crônica pode levar a complicações como cirrose, insuficiência hepática e câncer de fígado. O diagnóstico precoce e o tratamento da hepatite crônica podem prevenir ou diminuir suas chances de desenvolver essas complicações.

Quando os médicos não conseguem encontrar a causa da hepatite de uma pessoa, eles podem chamar essa condição de hepatite não A – E ou hepatite X. Especialistas acreditam que outros vírus desconhecidos além da hepatite A, B, C, D e E podem causar alguns casos de hepatite e estão trabalhando para identificar esses vírus.

Urina escura (cor de café), perda de apetite, vômitos e dores abdominais podem ser alguns dos sintomas de hepatite viral. 

Mantenha a sua saúde em dia e faça exames periodicamente. Acesse o nosso site e marque consultas e exames em apenas três cliques, sem sair de casa. 

O que é Osteoporose e quais são seus sintomas?

A osteoporose faz com que os ossos fiquem fracos e frágeis – tão quebradiços que uma queda ou mesmo tensões leves, como curvar-se ou tossir, podem causar uma fratura. As fraturas relacionadas à osteoporose ocorrem mais comumente no quadril, punho ou coluna vertebral.

Isso acontece porque o osso é um tecido vivo que está sendo constantemente decomposto e substituído. A osteoporose ocorre quando a criação de um novo osso não acompanha a perda do osso antigo.

A doença afeta homens e mulheres de todas as etnias mas mulheres brancas e asiáticas – especialmente mulheres mais velhas que já passaram da menopausa – correm risco maior. Remédios, dieta saudável e exercícios com levantamento de peso podem ajudar a prevenir a perda óssea ou fortalecer os ossos já fracos.

Sintomas da osteoporose:

Normalmente não há sintomas nos estágios iniciais da perda óssea. Mas uma vez que os ossos forem enfraquecidos pela osteoporose, é possível ter sinais e sintomas que incluem:

  • Dor nas costas, causada por uma vértebra fraturada ou colapsada
  • Perda de altura ao longo do tempo
  • Uma postura curvada
  • Um osso que se quebra muito mais facilmente do que o esperado

É muito importante procurar um médico o mais rápido possível se você entrou na menopausa precoce, tem os sintomas acima, tomou corticosteroides por vários meses seguidos ou se algum de seus pais teve fraturas de quadril. Quanto mais cedo iniciar o tratamento menores são as chances que ocorram fraturas.

Quer mais algumas dicas de como evitar a osteoporose? Clique aqui e confira 5 dicas de como evitar a osteoporose, caso ainda tenha alguma dúvida, escreva nos comentários ou marque uma consulta com um dos nossos reumatologistas.

Aqui na VidaClass você pode ter acesso aos melhores profissionais da saúde do Brasil, ao alcance das suas mãos. Acesse o nosso site e marque um horário hoje mesmo!

O que é Doença Falciforme?

A anemia falciforme faz parte de um grupo de doenças conhecidas como doença falciforme, assim, é uma doença hereditária dos glóbulos vermelhos, em que não existem glóbulos vermelhos saudáveis suficientes para transportar oxigênio por todo o corpo.

Normalmente, os glóbulos vermelhos flexíveis e redondos se movem facilmente através dos vasos sanguíneos, entretanto, na anemia falciforme, o sangue vermelho tem a forma de foice ou lua crescente. Essas células rígidas e pegajosas podem ficar presas em pequenos vasos sanguíneos, o que pode retardar ou bloquear o fluxo sanguíneo e o oxigênio para partes do corpo.

Não há cura para a maioria das pessoas com anemia falciforme, mas os tratamentos podem aliviar a dor e ajudar a prevenir complicações associadas à doença.

Sintomas

Os sintomas da anemia falciforme geralmente aparecem por volta dos 5 meses de idade. Variando de pessoa para pessoa e mudando com o tempo eles podem incluir:

  • Anemia;
  • Episódios periódicos de dor;
  • Inchaço nas mãos e nos pés;
  • Infecções frequentes;
  • Crescimento atrasado;
  • Problemas de Visão.

A doença falciforme é geralmente diagnosticada na infância por meio de programas de triagem neonatal (teste do pezinho) por isso, caso o recém nascido ou a criança apresente os sintomas citados acima, um médico deverá ser consultado. 

Tratamento

Não existe cura para a maioria das doenças falciformes, entretanto, existem tratamentos que podem ajudar suas

O uso de medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos para diminuir as dores é muito comum, entretanto, deve ser feito com o conhecimento do médico, porque pode mascarar sintomas de infecção. Outra opção de tratamento é a utilização de mascara de oxigênio para aumentar sua quantidade no sangue facilitando a respiração.

Em casos graves, a transfusão de sangue ou de medula óssea pode ser indicada, em alguns casos podendo até curara-la. Entretanto, esse tipo de tratamento pode apresentar riscos, então, consulte seu médico sobre a viabilidade.

Aqui na VidaClass você pode contar com os principais pediatras e médicos do Brasil, a preços acessíveis.  Acesse o nosso site e saiba mais.

Lúpus: o que é, sintomas e causas

O lúpus é uma doença que ocorre quando o sistema imunológico do corpo ataca seus próprios tecidos e órgãos (doença autoimune). A inflamação causada pelo lúpus pode afetar muitos sistemas corporais diferentes – incluindo articulações, pele, rins, células sanguíneas, cérebro, coração e pulmões.

A doença pode ser difícil de diagnosticar porque seus sinais e sintomas muitas vezes imitam os de outras doenças. O sinal mais característico do lúpus – uma erupção facial que lembra as asas de uma borboleta se desdobrando em ambas as bochechas – ocorre em muitos casos de lúpus, mas não em todos.

Os sinais e sintomas do lúpus dependem dos sistemas do corpo afetados pela doença e os mais comuns incluem:

 

  • Fadiga
  • Febre
  • Dor, rigidez e inchaço nas articulações
  • Erupção cutânea em forma de borboleta no rosto que cobre as bochechas e a ponte do nariz ou erupções em outras partes do corpo
  • Lesões de pele que aparecem ou pioram com a exposição ao sol
  • Dedos das mãos que ficam brancos ou azuis quando expostos ao frio ou durante períodos estressantes
  • Falta de ar
  • Dor no peito
  • Olhos secos
  • Dores de cabeça, confusão e perda de memória

 

A causa do lúpus na maioria dos casos, é desconhecida, porém alguns gatilhos potenciais incluem:

 

  • Luz solar: A exposição ao sol pode causar lesões cutâneas de lúpus ou desencadear uma resposta interna em pessoas suscetíveis.
  • Infecções: Ter uma infecção pode iniciar o lúpus ou causar uma recaída em algumas pessoas.
  • Medicamentos: O lúpus pode ser desencadeado por certos tipos de medicamentos para pressão arterial, medicamentos anticonvulsivantes e antibióticos. Pessoas com lúpus induzido por medicamentos geralmente melhoram quando param de tomar o remédio. Raramente, os sintomas podem persistir mesmo após a suspensão do medicamento.

 

Caso desenvolva uma erupção na pele inexplicável, febre contínua, dor persistente ou fadiga, é importante consultar um médico.

Aqui na VidaClass você tem acesso aos melhores especialistas do Brasil. Acesse o nosso site ou baixe o nosso app e marque uma consulta hoje mesmo: www.vidaclass.com.br